Enquanto pra muita gente o Caminho parece ser impossível e duro de fazer, outras provam que nessa jornada tudo é possível.

Já tínhamos ouvido falar de pessoas com necessidades especiais que faziam o Caminho, primeiro soubemos de um deficiente visual e depois de uma senhora com Alzheimer. Ontem conhecemos Andric, um garoto que mesmo com paralisia, resolveu fazer a jornada em cadeira de rodas.

Sua família se uniu na causa e saíram de León, onde vivem, pra caminharem juntos 320 km!!!

E aqui vai o grupo peregrino: Begônia e Martin – seus pais, Helena – sua irmã, um primo e um cachorrinho figura chamado Lupa…

Begônia nos contou que todo dia é um desafio. Pensamos que fosse falar sobre a situação do filho, mas ela nos disse que encontrar um lugar para o cachorro é o mais complicado.

Vimos a família pela primeira vez no Cebreiro, estavam entrando na igreja para assistir à missa. Os pais levaram Andric até o interior pois não havia como subir com a cadeira pelas escadas da igreja, que era o único acesso. Cruzamos com eles várias vezes durante o dia. Em todas estavam num super alto astral, tirando fotos em vários lugares, rindo e se divertindo.

A família percorre diariamente uma média de 20 km. Em alguns trechos a cadeira não consegue passar por isso desviam por estradas de asfalto. É um jogo de tentativa e erro todo o tempo… Mas Begônia leva todos os percalços numa ótima, e de tão positiva que é faz com que tudo acabe sempre dando certo!!

Quando partimos do Cebreiro encontramos a família novamente na estrada e Andric nos contou que tinha dormido super mal. Quando estava quase pegando no sono, no albergue que foram dormir, um cara começou a roncar como um “cerdo” (porco) e assim não conseguiu ter sua noite de descanso completa. Sua mãe quase se deu mal, porque quando chegaram o albergue estava lotado; ela teria que dormir no chão, mas um italiano gentilmente deu sua cama para Begônia que relutou em aceitar, mas depois de muita insistência cedeu.

Foi uma experiência incrível participar de alguns momentos com essa família. Tinham tamanha naturalidade em lidar com certas situaçōes que ficamos impressionados.

Percebemos como tudo é mais leve e gostoso quando há amor, respeito e carinho. Obrigado Andric e família pelo exemplo.

Ultreya!

111 Response Comments

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter message.

You may also like