Depois que partirmos de Villafranca Montes de Oca, subimos um grande montanha e entramos em uma floresta cheia de pinheiros. Numa longa reta caminhava um homem bem devagar, com a ajuda de dois cajados. Tivemos a impressão de que ele estava sem botas… Logo pensamos: o que será que aconteceu? Será que ele perdeu as botas ou elas estragaram no Caminho? Assim que chegamos mais perto vimos que estava mesmo descalço e em um dos pés tinha curativos. Perguntamos se ele precisava de ajuda…

Aitor (seu nome) sorriu e disse que estava tudo bem. Perguntamos o que tinha acontecido com seus calçados, aí veio a surpresa: ele estava percorrendo o TODO o Caminho descalço!!!

E o que o levou a fazer isso? O espanhol disse que queria mudar sua vida radicalmente e decidiu vencer essa enorme “prova” de superação para concluir essa mudança. Mas havia outro motivo, ele queria fazer o bem ao próximo, por isso se inscreveu em um site, montou um projeto para levantar fundos e ajudar crianças com câncer.

Seus passos descalços estão chamando atenção para a causa, estimulando a contribuição. É também em nome dessas crianças que está fazendo essa difícil peregrinação.

Mudar nem sempre é fácil, ele já havia percorrido mais de 200 km quando o encontramos, e sua força brilhava nos olhos!

Esse foi mais um presente que o Caminho nos trouxe, um exemplo do quanto o propósito realmente move as pessoas!!

Quem quiser ajudar a causa ou saber mais sobre o Projeto do espanhol Aitor aqui vai o link: http://www.migranodearena.org/es/reto/4045/camina-descalz/

No Comment

Comments are closed.

You may also like