Walk and Talk | O que te motiva?

Matéria sobre o fotógrafo Kiet do Vietnam na Rota Leste

Rota Leste Walk and Talk

O primeiro contato que tivemos com Kiet foi através de suas fotos que retratam com perfeição sua raça e o colorido do Vietnã. Ficamos tão impressionados pelas cenas “roubadas” que decidimos conhecer o artista por trás desse olhar singular.

Entramos na galeria do fotógrafo instalada no interior de um dos antigos casarões tombados do centro histórico da cidade de HOI AN. Fomos fisgados pela “vitrine” e nos perdemos galeria adentro transportados para o cotidiano dos arrozais, mercados flutuantes, para as vielas da antiga cidade, sem esquecer do retrato do povo vietnamita, sua vida, suas dores e seus amores …

Marcamos um encontro e lá fomos nós pra conhecê-lo, foi Kiet quem veio nos receber, feliz por conversar com gente do outro lado do mundo com interesse pela sua arte e sua história. Passou um par de horas deliciosas conversando conosco, contou toda a sua trajetória com a suavidade e a calma dignas dos asiáticos.

Rota Leste Walk and Talk 1
Kiet hoje com 47 anos e 22 de carreira, começou como aprendiz numa loja de revelações fotográficas; a única da cidade, lembrando que naquela época as fotografias eram em preto e branco e eram usados filmes. Durante um ano trabalhou de graça até aprender todos os recursos de tratamento fotográfico, só então começou a arriscar seus cliques uma vez que a parte da revelação e acabamento já conhecia.

Iniciou fotografando casamentos e eventos da cidade, seguiu fazendo um pouco de publicidade e faz 15 anos acertou o curso de sua carreira seguindo o caminho das fotos artísticas, seu sonho desde o início. Mergulhou na história e na cultura de seu povo e colecionou imagens de tirar o fôlego. Faz 12 anos abriu a galeria que conhecemos, onde segue trabalhando com fervor. Estuda a incidência da luz diariamente e quando considera que o dia vai proporcionar boas “histórias” sai cedo sem hora pra voltar entrando campo, rio, mata, fazendas adentro até que tenha alcançado seus objetivos.

Esse foi um breve resumo da carreira de Kiet mas o melhor do nosso papo foi conhecer um algo que provavelmente faz a diferença na sua estrada …

Duas vezes por semana Kiet abre uma sala de sua galeria para realizar encontros entre os 15 fotógrafos da cidade. Serve um café que tem início, pasmem vocês, às 6:30 e segue até umas 10:00 da manhã. Nesse encontro todos trocam informações, contam  descobertas, estudam novas técnicas, conversam sobre o mercado, equipamentos, enfim … trocam experiência, informação e principalmente “inspiração”. Esse precioso tempo que passam juntos pode ser entendido como “Ócio Criador”, mais do que uma pausa para reflexão é um impulso revigorante para seguir adiante.

Walk and Talk Danilo e Luah
Esse jeito de manter o conhecimento vivo me lembrou os simpósios realizados pelo filósofo ateniense Sócrates (469 – 399 a.c), um dos fundadores da atual Filosofia Ocidental. O Mestre através do diálogo e da provocação promovia um verdadeiro fervilhar de idéias que propiciava a todos os participantes
um ganho de conhecimento substancial e significativo a cada encontro. Como disse antes promovia o “Ócio Criador”, um precioso tempo para refletir e criar !!

E Kiet teve a coragem de fazer uso legítimo desse precioso tempo já que seus encontros são promovidos no período da manhã, momento em que todos nós estamos vidrados no trabalho e não abrimos mão de nenhum minuto sequer nem para o encontro de nós mesmos !!

Por Luah Galvão

Rota Leste

...

Comments are closed.