11202110_992005320822449_8610130129299192672_n

Esse é um dos trechos de maior altitude no trajeto de Cusco a Puno! Como o visual é maravilhoso e muita gente para para apreciar, alguns moradores das proximidades vendem artesanatos, tecidos e arte peruana em geral.

No local dessa foto estávamos próximos dos 5000 metros! A essa altitude, algumas pessoas sentem o “mal da montanha”, que são sintomas causados pela baixa pressão atmosférica. Em geral acontece quando passamos dos 2400m, mas é bem difícil dizer quem vai sofrer os efeitos.

Eu por exemplo me senti mal vários dias! Já com a Luah não aconteceu praticamente nada… tive falta de ar, dores de cabeça, enjoo, fadiga e dores de estômago! Quase tudo que é possível sentir! kkkk Mas brincadeiras à parte o “mal da montanha” agudo pode evoluir para um edema pulmonar ou cerebral. Claro que a chance disso acontecer é mínima, pois a situação só fica grave assim quando as altitudes são muito maiores.

O que tem que ficar claro é que isso não é impeditivo para viajar ao Perú. Não precisa se preocupar, porque depois de alguns dias já vamos nos acostumando e tudo se normaliza. Há diversas maneiras evitar os sintomas. Basta tomar antecipadamente alguns medicamentos, ou segundo os locais, o que mais funciona é fazer uso das folhas de coca. Elas podem ser consumidas através do tradicional chá ou mascá-las. Outra dica é se hidratar bastante!

Mas independente de como a gente se sinta, a experiência de visitar essas grandes montanhas é maravilhosa, pois as paisagens são de tirar o fôlego. Fauna e flora também são completamente diferentes do que temos no Brasil!

Em breve contamos mais detalhes sobre que aconteceu nessa linda viagem de Cusco a Puno!

No Comment

Comments are closed.

You may also like