Eunate era um dos pontos que fazíamos questão de passar no caminho. É uma igreja pequena, envolta de alguns mistérios e principalmente muita energia. Uma das versões diz que possivelmente foi erguida pelos templários, que escolhiam pontos magnéticos para construção de seus templos.

Para chegar em Eunate precisamos nos planejar já que é preciso ser feito um desvio da rota original. Outra coisa é seu horário de funcionamento, diferente em cada estação do ano, então para ter certeza de vermos Eunate aberta acabamos parando para dormir em Muruzábal, um povoado com 300 habitantes, o mais próximo da pequena igreja.

Chegamos no povoado lá pelas 6 da tarde e tivemos sorte de encontrar uma Casa Rural pra ficar e o mercadinho que só abre 2 vezes por semana aberto… quase pra fechar. Tivemos apenas tempo para comprar algo pra jantar e esperar a manhã do dia seguinte pra seguir até Eunate.

Alguns amigos já tinham narrado suas experiências no local e conosco não foi diferente, realmente existe algo muito forte e muito bom presente na pequena construção octagonal cheia de simbologias. Pra cada um esse pequeno tesouro deve ter registrado algo diferente, mas não há como passar por Eunate sem sentir algo vibrar na alma.

Se alguém quiser compartilhar sua experiência vamos ficar super felizes em ouvir!!

E… Antoniela, não só você tinha razão, como fizemos a oração que nos pediu!!

E viva o caminho!! Ultreya…

367 Response Comments

You can post first response comment.

Leave A Comment

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter message.

You may also like