Nem todos os dias o sol está brilhando pra aquecer nosso corpo e alma. Mas continuar mesmo nos dias frios, chuvosos e com fortes ventos é necessário para concluir a jornada.

Tivemos um dia assim à caminho de San Bol – um dos dias mais difíceis da viagem até agora. O trajeto era longo, o vento estava cortante desde o início da manhã e quando ainda faltavam 6 km para chegar no albergue veio a chuva. Chuva e vento frio: uma mistura nada animadora. Conseguimos colocar as roupas de chuva rapidamente e assim seguimos, mal conseguindo ver o caminho. Nossa sorte foi ter comprado calças e jaquetas à prova d’agua 2 dias antes em Burgos.

Quando estávamos planejando a viagem não demos muita bola para frio ou chuva pois viajaríamos nos meses de junho e julho, os mais quentes e secos aqui na Espanha. Mas, como a vida não tem regras e o clima de todo o planeta anda maluco, realmente não dá pra se aventurar em Santiago sem estar preparado para chuva e vento. E quando venta forte no caminho, segura, que o vento é ge-la-do!!

Ficam aqui mais algumas dicas aos futuros peregrinos… Tragam na mala jaqueta à prova d’água e uma calça fina impermeável isso pode salvar a peregrinagem…

E bora para os próximos quilômetros!!

Ah! Lembrando que as mochilas também precisam de proteção!! A capa da CURTLO BR que veio com a mochila nos salvou!! Não esqueça de trazer a sua também!

No Comment

Comments are closed.

You may also like